Nossa História

Instalada no final da década de 60, sob a direção de Sérgio Coser e Edson Fonseca, a Associação Comercial e Empresarial de Arcos sem fins econômicos, surgiu ao perceberem que o mercado varejista começou a se desenvolver na cidade e não existia nenhuma entidade que pudesse representá-los.

Nos anos seguintes, a instituição ganhou a adesão dos empresários e o respeito da comunidade, já que passou a oferecer cursos que visam o desenvolvimento empresarial e a valorização do profissional no mercado.

Em 1990, a ACE realizou uma importante parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o que possibilitou a realização de diversos serviços como: consultoria FCDL, SPC, palestras, planos de saúde, treinamentos, diversos convênios e promoções.

Atualmente a ACE tem associados nas áreas de comércio, indústria, prestadores de serviços e profissionais liberais, e todos têm acesso a esses benefícios e participam efetivamente de eventos e cursos oferecidos pela instituição.

Ao longo desses quase 50 anos, a ACE orgulha-se de ter contribuído para o desenvolvimento empresarial da cidade de Arcos e acredita que nos próximos anos novos projetos surgirão com o objetivo de solidificar o polo comercial e industrial de Arcos.

Missão

Sustentar, informar e defender os direitos dos associados, promover a união, o desenvolvimento e a prosperidade do comércio, da indústria, da agropecuária e da prestação de serviços, gerando emprego e renda, favorecendo a responsabilidade socioambiental do município de Arcos.     

Desenvolver a excelência empresarial, humana e profissional de seus associados, por meio da criação de valores em soluções comerciais e educacionais, contribuindo para a otimização do desempenho organizacional e fortalecimento das empresas filiadas.

Ter a ética como compromisso e o respeito como atitude nas relações com os associados, funcionários, parceiros, colaboradores, fornecedores, comunidade, Governo Municipal e meio ambiente.

Visão

Solidificar o pólo comercial e agroindustrial de Arcos (MG) no cenário nacional e internacional, transformando-o em arranjo produtivo local em sintonia com os programas governamentais. Ampliar a base de associados e a prestação de serviços de forma inovadora e eficaz.